I Am Megatron!



E lá fui eu mais um vez fazer uma visitinha ao cinema, desta vez para ver o tão esperado blockbuster "Transformers". Eu tenho de confessar que ia um pouco de pé atrás, realizado por quem é. Só o espectro do Steven Spielberg me deu alguma confiança. Tal como muita gente da minha geração, eu não perdia um episódio destes desenhos animados naqueles saudosos sábados de manhã, mas já foi há tanto tempo que eu não me recordava muito bem da estória. Agora os bonecos, isso sim, ficaram na minha "petit memoire" (afinal ainda era uma petiz). E posso dizer com toda a certeza que os Autobots e Decepticons criados para o filme estão muito, muito bem feitos. Apesar de terem levado um upload, ainda nos fazem recordar daqueles rascunhos que víamos na TV. A nível de adaptação está óptimo, com uns efeitos especiais excelentes - da georgiana Industrial Light & Magic.



Eu não falei da estória porque, no fundo todos nos lembramos do básico: a luta entre Autobots (os Bons) e Decepticons (os Maus) para se apoderarem do Cubo e dominarem o Espaço, apanhando-nos, nós humanos, pelo meio e em risco de extinção. O filme não passa muito disto, inserindo uns pequenos pormenores em torno da linha principal, mas poucos.

O realizador esteve muito bem, tenho de admitir. Ele para este tipo de filmes tem jeitinho - os elementos clássicos do filme lá tinham de estar: o herói (ou neste caso mais um anti-herói), a rapariga, a catástrofe que os une...bla bla bla - mas o facto de incluir uma memória de infância tão querida muda um pouco a visão e mesmo que a estória não seja nada do outro mundo, faz-nos passar um bom bocado (cerca de 145 minutos) "walking down Memory Lane".

Teve presenças muito engraçadas de vários actores, nomeadamente o pequeno momento do actor Bernie Mac, e inesperadas - pelo menos para mim, que li pouco sobre o filme antes de o ver - como o John Turturro. O actor principal Shia LeBeouf tem aqui um dos primeiros papéis principais da sua carreira, após várias intervenções em séries americanas e alguns papéis secundários em filmes de alguma projecção. Penso que, e como se tem vindo a dizer, o rapaz tem futuro, mas só o tempo o dirá. Pelo menos a nível de aparência faz o meu género, veremos se tem oportunidade de mostrar mais os seus dotes de actor (vou esperar expectante a sua prestação no novo Indiana Jones).

Uma nota ainda, para a voz de Optimus Prime, que é feita no filme pela mesma pessoa que a fez nos desenhos animados originais (na versão americana, claro está) e a de Megatron, pelo grande actor Hugo Weaving.


Para mim, é já um dos filmes de 2007 e aconselho a ver em Sala de Cinema.

06 julho 2007

3 Comments:

_Loot_ said...

Também não sou fã de Michael Bay, mas agostei do Trailer do filme, nem que seja pelos efeitos especiais parecerem fabulosos.

Vou tentar vê-lo para a semana, os desenhos animados fizeram parte da minha infância e estou ansioso para passado tantos anos voltar a ouvir a mesma voz dizer: "I am Optimus Prime" :P

Felipe Nobrega said...

Depois dessa dica talvez encare ve-lo no cinema, ams ainda estou tão com pé atras....
abraços!

Joana said...

vi e gstei
tb gstei deste blog, estas add :)

cumprimentos