Two Down, Two to Go: 3-10 to Yuma

Ontem foi o dia de ir assistir a "3-10 to Yuma" (ou, se quiserem, "O Comboio das 3 e 10"). O último filme de James Mangold, também responsável por, entre outros, "Walk the Line" (sobre a vida de Johnny Cash, com Joaquin Phoenix e Reese Witherspoon), "Girl, Interrupted" (com Anjelina Jolie, Winona Ryder ou Vanessa Redgrave) ou "Cop Land" (que contou com a prestação de Silvester Stallone, Ray Liotta, Harvey Keitel, entre outros...).
Também neste "3-10 to Yuma", Mangold rodeia-se de excelentes actores como: Russell Crowe, Christian Bale, Peter Fonda, Ben Foster, Logan Lerman ou Luke Wilson, num papel mais pequeno. Esta é uma nova versão do filme de 1957, de mesmo nome, realizado por Delmer Daves, e conta a estória de Ben Wade, um ladrão e assassino do Velho Oeste, que é perseguido pela empresa dos Caminhos de Ferro, o seu principal alvo. Ben Wade, comete um erro e é apanhado principalmente devido à intervenção de Dan Evans, um rancheiro que está na miséria e em risco de perder as suas terras para a mesma empresa de Caminhos de Ferro. Ben Wade tem de ser levado até Contrition onde deve apanhar o comboio das 3 e 10 para a prisão de Yuma. Evans oferece-se para ajudar nessa viagem em troca de dinheiro (e também para demonstrar ao seu filho mais velho que é um homem com coragem e que faz as coisas) e assim começa a penosa caminhada.
Ben Wade, chefia um gang de homens violentos e selvagens, que têm gozo em matar mas que ao mesmo tempo nutrem (na sua maioria) um grande respeito por ele. [spoiler ?]Apesar de mostrar frieza na suas acções, Wade não é exactamente aquilo que parece e os seus objectivos de vida não se reduzem a roubar e matar por dinheiro. Ao longo do caminho até Contrition, Wade vai conhecendo melhor o seu oponente, que não é necessariamente o seu rival, ganhando respeito por ele. [fim de spoiler?]

"3-10 to Yuma" é, no fim de contas, um filme sobre honra, decência, fazer o que está correcto e respeito entre homens.

James Mangold assina aqui um grande filme, na minha singela opinião. [spoiler] Como todos os filmes, este apresenta a sua batalha final, mas não é como nos outros filmes, em que parece que é obrigatório tê-la, mesmo quando não há razão para ela existir, apenas existe porque faz parte da ordens das coisas. Aqui a batalha final é algo natural, é o que se espera quase desde o início do filme e termina de uma forma tão certa.. [fim de spoiler (se é que isto foi spoiler...)].

Quanto aos actores, o que hei-de eu dizer? Russell Crowe é um dos meus actores favoritos há já alguns anos e por isso sou suspeita, mas acho que ele aqui volta em grande, mesmo em grande! Melhor do que em "American Gangster". Christian Bale, um actor que também respeito, está, como sempre, perfeito - um actor que soube crescer nesta indústria... Ben Foster confirma o que já se tem dito sobre ele - está a tornar grande e se continuar assim quem sabe onde vai parar.

Penso que a revelação, aqui, está em Logan Lerman. Por acaso já conhecia este jovem actor da série "Jack and Bobby", que passava às tantas na RTP 1 às uns tempos...Penso que esta nova exposição pode ser o re-start na carreira de Lerman, mas só o tempo dirá se estou certa ou errada.

Só uma nota acerca da adaptação feita da estória de Elmore Leonard. Ele é o autor desta mas também de outras adaptadas ao cinema. Entre elas estão:

Bem, agora o próximo é que não sei qual será. Vai ser consoante a inspiração..

28 janeiro 2008

1 Comment:

lothlorien said...

Aaaahh, como eu gosto do Christian Bale... lol